Dicas Tabela FIPE

Aprenda a lavar o seu carro de forma correta.

É evidente que todos nós sonhamos algum dia, poder ter na nossa garagem aquele tão sonhado carro que vimos em sites pela internet. Porém nada adianta ter aquela máquina potente à nossa disposição se não tivermos os cuidados básicos ao lavá-lo. Confira no nosso artigo as principais dicas e cuidados que todos nós devemos ter ao lavar o nosso possante.

Para evitar a desvalorização do carro é importante que tenhamos todo o cuidado na hora da lavagem. Produtos corretos, local correto e o modo certo contribuem para a valorização da lataria do nosso veículo. Evite realizar as lavagens sob o sol quente, pois isso vai ajudar que manchas surgem sobre a lataria que será causada pelo uso de produtos químicos. Por isso mesmo que recomendamos que a lavagem seja feita na sua garagem ou em algum lugar com uma bela sombra.

Sempre mantenha o carro bastante úmido durante as lavagens, isso vai contribuir que o carro tenha uma melhor reação com os produtos químicos. Afinal, se o carro não estiver molhado o suficiente, terá danos para sua lataria. Claro que é essencial o cuidado com o desperdício de água.

Use sempre os shampoos automotivos, buchas específicas e sabão próprios para o uso em carros. A lavagem de carro exige uma sequência lógica que vai garantir a eficiência da sua lavagem e aumentar a vida útil da lataria. Lave as partes de cima do carro como, por exemplo, o teto, o capô e o porta-malas. Depois, comece a lavar as partes inferiores.

Ao lavar os pneus do carro, use buchas diferentes e não as mesmas que você usou ao lavar as latarias. Quando tudo estiver mais limpo, use um pano, preferencialmente, de microfibras e seque o carro. Agora, é a hora de se preocupar com a parte interna do seu veículo.

Retire todos os carpetes e tapes e esteja preparado e com disposição para limpar todos os cantinhos e dobradiças. Se o seu carro tiver quatro portas, abre-as. É recomendado que você use um aspirador de pó bem potente e mãos a obra. Se você não tiver um aspirador de pó, faça da forma tradicional e use a força do seu braço, claro que com certo cuidado, pois os tecidos são sensíveis aos movimentos intensos sobre ele. Use um pano úmido com água e passe sobre a superfície de forma suave.

O recomendado para a limpeza dos vidros é um limpa-vidros, mas se você não tiver, use um pano úmido e depois você pode secar com jornais, que além de limpar sem riscar ainda garante a remoção de gordura.

O motor também deve ser limpo, porém com muito cuidado, pois uma má lavagem pode favorecer o desenvolvimento de ferrugem. Por isso, o ideal é que o motor seja lavado uma vez por ano.

Depois que você já lavou o seu carro por dentro e por fora é a hora de você fazer uso de uma bela cera. O ideal é a cera de carnaúba, pois contém substâncias que protegerão o seu carro de forma mais efetiva. Mas a cera não deve ser passada no carro sob o sol e nem com a lataria quente, pois isso pode ajudar com o surgimento de manchas.

Outra coisa importante a ser mencionada é que muita gente acha que lavar o carro demais pode estragar a lataria. Mas isso é apenas um mito. Afinal, o carro não foi feito para ser estragado com a água. Então, não precisa economizar na quantidade de lavagens. Se você é um motorista que não gosta de um carro minimamente sujo, está aí a deixa para fazer quantas lavagens você estiver disposto.

Com essas dicas em mãos, faça uma boa lavagem na sua máquina. Mas lembre-se sobre o desperdício de água.